domingo, 29 de agosto de 2010

postheadericon vai...volta

Não te quero, desejo
Um abuso no qual me deleito
Um péssimo conceito
Alienado de sentimentos
Aliado aos sofrimentos
Te quero, não quero
O sabor do teu frescor
Podre quando vem a dor
Vai e não volta
Se me deixa, desespero
Se parte, me judia
Me sangra, me corta, me cospe
Alucina enquanto definha
Me come enquanto te tenho
Te tenho, enquanto me devora.
Rompe o selo que me aprisiona
Em teu peito, caverna escura
Diz aquilo que não quero
Me chama de teu
Me ama.

0 comentários:

sobre

Minha foto
@David_Nobrega
Mataram a bio... Jamais morreu
Visualizar meu perfil completo

tags

seguidores